Suspensa obra em Cáceres por indícios de irregularidades

wesley caceres 680

Por causa de irregularidades na licitação, o secretário de Infraestrutura e Logística de Cáceres, Wesley de Souza Lopes, considerado o braço-direito do prefeito Francis Maris, terá de suspender de imediato a obra da construção de rede de iluminação pública do entorno da orla.

A determinação é do TCE-MT. Mesmo após abertura das propostas na sessão pública de licitação e do anúncio da Elétrica Radiante Materiais Elétricos como vencedora, esta foi desclassificada. A segunda convocada, a MCA Consultoria e Serviços, também entrou no facão. Por fim, deu-se por vencedora a Eletro Tartari. E logo se tratou de homologar o certame, em 26 de agosto deste ano, e assinar o contrato de R$ 1 milhão para ordem de serviços 15 dias depois.

Para o TCE, as impugnações das duas empresas foram equivocadas. O conselheiro-relator Domingos Neto determinou a suspensão já da execução dos serviços e mandou notificar o secretário Wesley e a empresária que “venceu” o certame Arlete Della Torre Tartari. Ambos têm cinco dias para se manifestar.

Fonte: RDnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *