Prefeito tem casa “metralhada” na madrugada, registra BO e acusa adversários

Reprodução

image

No município de Lambari D’Oeste, cidade de 6,1 mil habitantes e marcada por confitos políticos, o atual prefeito Josivan Medeiros da Silva, o Dandan Medeiros (PL), teve sua casa atacada por atiradores que efetuaram pelo menos 5 disparos contra o imóvel na madrugada deste domingo (8). Os tiros atingiram o portão e a parede da residência, mas não acertaram o gestor que estava dentro do imóvel e se assustou com o ataque.

Em Lambari D’Oeste este tipo de ataque não é novidade, pois em setembro de 2004 o então prefeito Luiz Carlos Alves da Cruz, o Luiz Preto, que disputava a reeleição pelo PTB, foi assassinado com um tiro na cabeça quando deixava uma reunião de campanha, na comunidade de São José do Pingador, a 16 km das sede do Município. 

Em novembro de 2010, a então prefeita Maria Manea, viúva de Luiz Preto, também foi alvo de uma trama na qual planejavam matá-la, crime encomendado pelo comerciante e ex-prefeito Ciderval Carvalho de Azevedo, que foi preso logo depois, uma vez que o pistoleiro que fora contratado por R$ 5 mil, foi preso antes e o delatou. Maria Manea não chegou a ser ferida .

 Inclusive, ela disputa as eleições deste ano e para tentar voltar ao cargo de prefeita. Em 2016 ela não disputou e o prefeiteo eleito naquele pleito, Edvaldo Alves dos Santos (PSB) e o vice-prefeito Zaqueu Batista de Oliveira, tiveram os mandatos cassados em julho de 2019 por abuso de poder econômico e compra de votos, resultado da distribuição de combustível em troca de votos na disputa de 2016. 

Sobre os tiros contra a casa de Dandan Medeiros, que na verdade é “prefeito tampão”, pois não foi eleito para o cargo, os detalhes constam num boletim de ocorrência registrado por ele na Polícia Civil de Rio Branco, cidade vizinha de Lambari, situada a apenas 16 km. 

No documento policial, o prefeito relata que o ataque ocorreu por volta das 3h30 e ele estava acordado, pois havia perdido o sono. Ele relata que estava sentado no sofá da sala em plena madruga quando foi foi surpreendido com pelo menos 5 tiros no portão e na parede de sua residência. Em seguida, ele se levantou, olhou pelo vidro da porta e viu 2 homens fugindo numa motocicleta Honda Titan 125 cilindradas, de cor preta. Ele não conseguiu visualizar outros detalhes que possam ajudar a Polícia Civil na identificação dos atiradores.

HISTÓRICO DE ATENTADOS

Ainda no boletim de ocorrência, o prefeito diz suspeitar que a motivação para o ataque possa ser o discurso que ele proferiu numa reunião política que fez na noite de sábado (7)na Comundidade de São José do Pingador. Após deixar a reunião com sua equipe de campanha, ele chegou em casa por volta das 23h30. 

No discurso feito na reunião, o prefeito garante que apenas se “defendeu de ataques vindos de integrante das coligações dos candidatos opositores”. Ele não citou os nomes, mas revelou à Polícia Civil que “há dias vem se sentido ameaçado pelas circunstâncias do momento de disputa eleitoral, considerando que o Município tem histórico de atentados contra líderes políticos em período eleitoral”.

Na disputa pela prefeitura de Lambari D’Oeste, além do prefeito estão: a ex-prefeita Maria Manea da Cruz (PSD) e Marcelo Vieira Vitorazzi, o Marcelinho da Bem Star (PDT). 

PREFEITO TAMPÃO E ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Na verdade, Dandan Medeiros era vereador e presidente da Câmara de Lambari D’Oeste e assumiu a prefeitura interinamente até a realização de eleição suplementar após a cassação do prefeito e vice. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), chegou a marcar a eleição suplementar para o dia 26 de abril, juntamente com a eleição suplementar ao Senado que estava agendada para a mesma data, mas ambas foram adiadas por causa da pandemia da Covid-19. Dessa forma, o prefeito tampão vai concluir o mandato que “caiu no seu colo” e agora busca a reeleição. 

Fonte: Estadão MT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *