29 de Junho, 2022

Max Russi defende que o Estado assuma a gestão da BR-163

Parlamentar criticou a inércia do Governo Federal em resolver a duplicação da pista que teve a concessão devolvida pela Rota do Oeste.

“Se deixar do jeito que está vai ser toda semana notícias de morte e acidente", disse Russi.

O deputado estadual Max Russi (PSB) defendeu que o Governo do Estado assuma a gestão da BR-163, que teve a entrega da concessão pela Rota do Oeste, que deixou de cumprir a duplicação da pista, onde na terça-feira (17), um acidente entre um ônibus e uma carreta deixou oito pessoas mortas.

“Se deixar do jeito que está vai ser toda semana notícias de morte e acidente. Acho que não é obrigação do Estado, mas acho que o estado deveria entrar para dentro e assumir isso aí e nós fazemos os investimentos, porque o governo federal infelizmente não está avançando nessa questão”, declarou.

Max Russi ainda criticou a falta de ação e burocracia do Ministério dos Transportes, já que houve a entrega amigável da concessão, mas a Rota do Oeste continua cobrando pedágio e não há nenhuma definição de quem vai fazer as melhorias na pista e duplicação do trecho entre Diamantino e Sinop.

“Estão arrecadando R$ 500 milhões por ano e não fazem nada, é um absurdo”, criticou.

O deputado entende que há falta de interesse do Governo Federal em resolver a situação e não descarta a abertura de uma CPI na Assembleia Legislativa sobre o imbróglio da BR-163.

-Conexão Poder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.