Mais de 80% dos diagnosticados com Covid em Primavera estão recuperados

Números da Secretaria Municipal de Saúde de Primavera do Leste apontam que, dos 1.060 pacientes confirmados com a Covid-19, 85,84% já estão recuperados da doença. Até sexta (10), 910 pessoas conseguiram resultados positivos no tratamento da doença e estão livres do novo coronavírus. Desde o surgimento da pandemia, a prefeitura construiu uma séria de ações para diminuir o impactado da doença na população.

De acordo com o prefeito Leonardo Bortolin, o trabalho começou antes mesmo do primeiro caso registrado no município. “A partir daí as ações foram crescentes, incluíndo trabalhos que foram desde a reorganização da rede de saúde, campanhas educativas com o intuito de levar informações à população sobre cuidados e proteção. Também criamos uma central telefônica especialmente para atendimentos relacionados à Covid-19”, afirmou.

Reprodução

Laura Kelly Hortenci de Barros, secret�ria de sa�de de Primavera do Leste

Secretária Laura Kelly destacou a distribuição de remédios

O municipio criou uum Comitê de Enfretamento – que diariamente busca aliar medidas que diminuam o impacto da doença.

Com o andamento da pandemia, de maneira prudente, a prefeitura implementou uma série de medidas complementares com o objetivo de orientar a população sobre as posturas mais adequadas, de forma a não permitir o descontrole na transmissão do novo coronavírus e preservar a geração de emprego e renda.

Uma delas foi a mudança do protocolo de atendimento de pacientes nas unidades de saúde espalhadas por diversos bairros do município. “Essa alteração que iniciou em junho, tem o foco de intensificar as ações de combate ao vírus e oferecer aos pacientes tratamento na fase inicial de possível contaminação da doença. Ou seja, todas as pessoas com qualquer síndrome gripal passaram a ser atendidas, por meio de agendamento de consultas, nos postinhos da cidade, inclusive, aos finais de semana”, explicou o prefeito.

Além desse atendimento inicial, o Poder Público também disponibilizou nas farmácias municipais medicações autorizadas pelo Ministério da Saúde como: invermectina, azitromicina, dipirona, acebrofilina, nimesulida, loratadina, resinisona e hidroxicloroquina. Os remédios, de acordo a secretária municipal de saúde, Laura Kelly, estão sendo distribuídos conforme prescrição médica.

“Programamos essa medida por perceber a dificuldade dos pacientes em fazer o tratamento contra o vírus, porque já não é possível encontrar essas medicações em farmácias particulares. Em 21 dias de distribuição, uma média de 70% a 80% dos atendimentos das farmácias municipais são para pessoas com coronavírus ou que estejam em situação de suspeita. Neste período, já foram dispensados 21.004 comprimidos de Azitromicina, Hidroxicloroquina e Ivermectina”, destacou a secretária.

Laura Kelly ainda explica que após a disponibilização desses serviços à comunidade já é possível identificar alterações nos índices. “Estamos muito otimistas, pois na tarde desta sexta, na Unidade de Apoio ao Paciente do Terceiro Milênio onde foram montados 54 leitos, sendo 8 para suspeitos, 19 de enfermaria e 28 de isolamento positivo, apenas seis estavam ocupados por pessoas que estão em trânsito na cidade para trabalharem na colheita de safra. Nos dois hospitais privados em que temos convênio pelo SUS, dos 10 leitos, 8 estavam sendo utilizados”, disse.

Para o prefeito, o tratamento inicial é um dos fatores preponderantes para os índices, já que o cuidado contínuo com a saúde, principalmente de pessoas com comorbidades que tornam a Covid-19 mais perigosa, é fundamental o tratamento da doença. “Primavera do Leste é um dos poucos municípios do Brasil que possui 80% de cobertura da atenção primária, o que significa que esse tipo de atendimento tem um papel fundamental na manutenção da saúde das pessoas”, avaliou.

leonardo bortolini 680 prefeito

O prefeito Leonardo Bortolin citou tratamento precoce como fator para os bons índices

Além disso, o município também terá em breve 10 leitos de UTI, exclusivos para tratamento de pacientes com Covid-19, em uma parceria com o Governo do Estado. Esse serviço também será destinado aos moradores da microrregião formada por Primavera, Poxoréu, Paranatinga e Santo Antônio do Leste. A instalação dos leitos está em fase de finalização. E esses municípios estão fornecendo os equipamentos e parte dos sedativos.

Testagem na cidade

O Laboratório Municipal de Primavera do Leste passou a funcionar, na última semana, com o auxílio de um aparelho de última geração. A máquina realiza, de forma totalmente automatizada, um teste de Covid-19 a cada 18 minutos, o que traz um resultado de até 100 testes por dia.

Primavera do Leste, desde o início da pandemia, preza pela testagem da população sintomática. Até sexta, foram 8.298 testes realizados. Conforme o prefeito, a tendência é aumentar ainda mais, agora que o município tem maior capacidade de fazer os testes e atender toda a demanda das unidades de saúde.

Além de COVID-19, esse aparelho realiza dezenas de outros testes hormonais e imunológicos. Quando acabar a pandemia, o equipamento continuará no laboratório para outras finalidades, como por exemplo, testes de rubéola, toxoplasmose e HIV, que antes eram feitos em laboratórios particulares, por meio de convênio.

“Agradeço imensamente, em nome da Granja Primavera e do Pedro Bravim, todos aqueles que contribuíram e investiram para a doação desse equipamento que tanto vai nos ajudar no combate a essa pandemia”, declarou Léo Bortolin.

Fonte: RDnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *