1 de Julho, 2022

Justiça determina prisão preventiva para pai flagrado em motel abusando da filha de 16 anos em MT

A Justiça converteu a prisão em flagrante para preventiva do pai, de 63 anos, suspeito de abusar da filha, uma adolescente de 16 anos, em um motel de Sinop, a 503 km de Cuiabá. O suspeito foi preso após a filha denunciá-lo a uma professora.

Os abusos aconteciam há pelo menos cinco anos. À polícia, a adolescente contou que não queria denunciar o pai por medo, mas que não aguentava mais passar por isso.

O juiz substituto plantonista de Sinop, Rodrigo Alfonso Campestrini, entendeu que há motivos para autorizar a conversão da prisão e deixou de arbitrar qualquer tipo de fiança ou outra medida cautelar.

Para o magistrado, a prova da existência do crime e o indício suficiente de autoria estão devidamente circunstanciados sobretudo a partir do depoimento contundente da filha, vítima – cujo o depoimento, em crimes que tais, possui especial relevância, conforme jurisprudência pacífica –, que vem reiteradamente sofrendo abusos sexuais praticados, em tese, pelo pai, bem como do conselheiro tutelar que prestou atendimento a vítima e do policial militar que atendeu à ocorrência.

O juiz lembrou que todos os depoimentos falam que os abusos já acontecem há 5 anos e que o homem foi flagrado com a filha no sábado (18) em um motel em Sinop. O magistrado destacou que é importante que o acusado fique preso para que não repita os crimes.

“O custodiado é pai da vítima e ambos residem no mesmo imóvel, sendo evidente que qualquer outra medida alternativa à prisão seria insuficiente para proteger a incolumidade física e psicológica da vítima”, afirmou o juiz.

-g1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.