Justiça dá prisão preventiva a homem enquadrado em lei de crimes ambientais por maltratar pitbull

A Justiça de SP determinou a prisão preventiva de um homem que maltratava, não alimentava e nem dava água a uma cachorra pitbull na cidade de Jaú (SP). “Chegando à residência, os policiais constataram o grave estado de saúde do animal, que estava tão debilitado que não conseguia caminhar”, afirma a juíza Carina Carrara em sua decisão.

JAULA 

“A pandemia não criou imunidade processual penal à prisão”, segue a magistrada, que negou pedido da defesa do homem para que fosse concedida prisão domiciliar. Ele foi enquadrado na lei de crimes ambientais.

QUARENTENA

com BRUNO B. SORAGGI, BIANKA VIEIRA e VICTORIA ZEVEDO

Fonte: Uol – Cotidiano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *