29 de Junho, 2022

Idosa tem partes íntimas queimadas e morre após maus tratos do próprio filho

Idosa tinha 92 anos e era submetida à situação desumana.

Um homem de 57 anos foi preso nesta terça-feira (31), acusado de maltratar a própria mãe, uma idosa de 92 anos, até levá-la à morte. O caso foi registrado em Aripuanã (990 Km de Cuiabá).

Segundo a Polícia Civil, no dia 25 de maio a delegacia de Aripuanã foi informada da morte da idosa no hospital municipal da cidade. A mulher morreu no dia 21 de maio, de forma suspeita.

De acordo com a ocorrência, ela chegou ao hospital em situação crítica e precisou ficar internada por alguns dias. A idosa apresentava queimaduras graves da cintura até a metade das coxas. Toda a região íntima da mulher estava “em carne viva”, segundo a denúncia.

O que chamou a atenção dos investigadores é que os ferimentos estavam em estado avançado, mas não havia histórico de atendimento médico até aquele momento.

A partir daí, foi instaurado inquérito para investigar a situação desumana em que a idosa estava. Segundo a Polícia Civil, a mulher precisava de auxílio para se locomover, tinha Alzheimer e precisava de cuidados especiais.

Conforme revelou o inquérito policial, a idosa permanecia trancada no apartamento entre 7h e 18h, quando o filho estava no trabalho. Além disso, o suspeito deixava os alimentos e a água para a mãe no chão, fazendo com que ela precisasse rastejar para se alimentar.

Ela passava o dia sobre a cama e ali fazia suas necessidades fisiológicas. Conforme o atestado de óbito, ela morreu em decorrência de infecção causada pelas queimaduras.

O mandado de prisão foi solicitado pelo delegado Flávio Leonardo Santana e decretado pela justiça.

-Reporter MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.