29 de Junho, 2022

Homem espanca, mutila genitália da companheira e foge com a filha de 9 meses

José Odair Ildefonso Ribeiro, 42 anos, fugiu com filha de 9 meses após mutilar a esposa

A Polícia Civil está à procura de José Odair Ildefonso Ribeiro, 42 anos, que no último final de semana teria torturado, mutilado a genitália e mantido em cárcere privado a companheira, depois ainda fugiu com a filha de nove meses do casal. O caso foi registrado em Taquaruçu do Norte (a 250km de Colniza).

A Delegacia de Colniza recebeu as informações de que uma mulher de 21 anos teria sofrido diversas agressões e pediu apoio da Polícia Militar da região, que foi até o local do crime. Lá, a equipe encontrou a mulher com vários ferimentos e uma infecção na genitália, causada pelas agressões.

Depois de ter sido socorrida e levada para Colniza, a jovem relatou para a Polícia Civil que as agressões teriam começado na sexta-feira (13). O companheiro teria chegado em casa agressivo, depois de ter tomado bebidas alcoólicas, e os dois acabaram tendo uma discussão, foi então que começou a tortura.

Ela relata que foram vários socos, chutes e até mesmo uma tentativa de disparo de arma de fogo contra ela, mas a arma que não funcionou. Assim, o agressor quebrou o cabo da espingarda na cabeça dela e depois a teria mutilado, cortando suas partes íntimas.

A vítima contou ainda que sua irmã tentou ajudá-la, mas acabou sendo agredida também. O criminoso impediu as duas de saírem de casa para pedir ajuda.

Só depois de 24 horas de tortura, os vizinhos foram na residência da vítima e viram o estado em que a mulher se encontrava, então acionaram a polícia. Quando o criminoso viu a chegada da guarnição, fugiu pela mata com a bebê de nove meses.

O suspeito está com prisão preventiva decretada, e responderá pelos crimes de tentativa de feminicídio, posse ilegal de arma de fogo, tortura qualificada e cárcere privado. Também foi feito o pedido de busca e apreensão da bebê.

Com a chance de o suspeito ter evadido da cidade, a Polícia Civil de Rondônia já foi informada sobre o pedido de prisão.

-Reporter MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.