Eleição de Biden pouco mudaria relação dos EUA com o Brasil, diz Temer

O ex-presidente Michel Temer, que afirmou ter preferência pelo candidato democrata Joe Biden, disse acreditar que a eleição dele pouco mudaria, na prática, a relação dos EUA com o Brasil. Temer se encontrou diversas vezes com Biden quando ele era vice do presidente Barack Obama e o brasileiro ocupava o mesmo cargo.

FILA

“Os EUA olham prioritariamente para a Europa, depois para a Ásia e para os países árabes. Em quarto lugar vêm os países da América Latina, entre eles o Brasil”, diz.

URNA

Temer não revelou preferência por nenhum candidato quando era presidente e Hillary Clinton disputava o comando dos EUA com Donald Trump, em 2016. Mas seu então chanceler, José Serra, “declarou o voto” na democrata.

MELHOR NÃO

Naquele ano, Temer foi à ONU e Serra insistiu para que se encontrassem com Hillary. Ele declinou.

QUARENTENA

com BRUNO B. SORAGGI, BIANKA VIEIRA e VICTORIA AZEVEDO

Fonte: Folha de São Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *