Cuiabá sofre com erros de arbitragem e perde primeira partida contra o Grêmio

Reprodução

image

A primeira partida sem o técnico Marcelo Chamusca terminou com derrota do Cuiabá, por 2 a 1, para o Grêmio na Arena Pantanal, na noite desta quarta-feira (11), em partida válida pelas quartas-de-final da Copa do Brasil. O Dourado fez pressão sobre os gaúchos, mas acabou prejudicado por erros de arbitragem.

Por meio de sua conta no Twitter, o Cuiabá reclamou de dois lances e ironizou o trabalho do VAR (árbitro de vídeo). Um dos lances originou o gol de pênalti do Grêmio, que deu a vitória para os gaúchos. A imagem compartilhada mostra que a bola havia saído pela linha de fundo no lance.

“Pessoal do VAR deve estar assistindo novela… Impossível validarem isso! Lamentável!”, disse o clube, no Twitter.

Não foi o único vacilo do VAR captado pelo clube. Minutos antes, houve um possível pênalti que foi ignorado pelo árbitro de vídeo, quando a bola tocou o braço esquerdo de Lucas Silva dentro da área, durante uma jogada de ataque do Cuiabá.

O jogo na Arena Pantanal foi bem movimentado, com o Cuiabá criando várias oportunidades e fazendo pressão sobre o Grêmio, mesmo em poder contar com seu mister.

O placar da partida foi inaugurado logo aos oito minutos de jogo, com um gol de cabeça marcado por Diego Souza.

O Cuiabá reagiu rápido e conseguiu empatar cerca de 12 minutos após sofrer o primeiro gol. Willians Santana apareceu livre no meio da defesa gremista para receber um cruzamento de Hayner e marcar de cabeça.

Já no finalzinho do primeiro tempo, aos 42 minutos, o lance polêmico ignorado pelo VAR acabou em pênalti quando Pepê foi derrubado dentro da área do Dourado. Jean Pyerre converteu e deixou o Grêmio à frente.

O segundo tempo da partida foi marcado por muita pressão do Dourado, que não conseguiu se traduzir em gol.

Com o resultado, o Grêmio precisa apenas de um empate no jogo de volta em casa para avançar às semifinais da Copa Brasil. Já o Cuiabá precisa de uma vitória por um gol de diferença para levar a decisão aos pênaltis.

A partida de volta será na próxima quarta-feira (18), às 16h30 (horário de Brasília), em Porto Alegre.

Fonte: Estadão MT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *