Com experiência em gestão, diretor do IFMT de Alta Floresta é candidato a reitor

Da Assessoria

Professor de hist�ria e atual diretor do campus de Alta Floresta, Julio Santos

Professor de história e diretor do campus de Alta Floresta, Júlio Santos, disputa a reitoria em eleição marcada para ocorrer no dia 4 de dezembro: agregador

Professor de história e atual diretor do campus de Alta Floresta, Julio Santos é candidato à reitoria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT). A eleição acontece no dia 4 de dezembro e vai eleger o novo dirigente da instituição para os próximos quatro anos.

Julio Santos tem como vantagem na disputa o fato de ter apoio da maioria dos diretores e candidatos dos campi. Na mesma data também serão realizadas eleições para a direção-geral de 18 campi do Instituto no Estado.

Com perfil agregador e de gestor eficiente, Julio Santos foi responsável pela implantação e construção do campus de Alta Floresta, uma das unidades mais bem estruturadas da rede em Mato Grosso. Com a pandemia do Coronavírus, por meio de parcerias, ele construiu um laboratório de biologia molecular para testes Covid-19 do tipo RT-PCR em Alta Floresta.

Essa ação foi considerada uma conquista para a instituição e para a região que passou a realizar testes para 7 municípios. Antes as prefeituras tinham que enviar os testes para Cuiabá e o resultado demorava até 15 dias. Agora os resultados ficam prontos em no máximo 48h. Para os grupos de risco, como profissionais da saúde e policiais, os testes ficam prontos em cinco horas.

Gestão democrática

Com o lema de campanha “Juntos pelo IFMT”, Julio afirma que irá fazer uma gestão democrática, ouvindo a todos. “Nossa Instituição é de excelência em Mato Grosso. Alunos e servidores têm orgulho de fazer parte do IFMT. Nós formamos pessoas preparadas para o mercado de trabalho e também contribuímos com a sociedade. Nosso foco será na estruturação física e nas condições de trabalho de pesquisa e extensão para os nossos servidores e alunos”, disse o candidato.

Antes de ser designado para dirigir a implantação do campus de Alta Floresta, Julio trabalhou na reitoria no projeto de expansão das unidades pelo interior nos anos de 2013 e 2014. Com esse trabalho, sete campi foram criados, proporcionando mais oportunidade de acesso ao ensino tecnológico para a população de Mato Grosso.

“Mesmo com os cortes de verbas para as Universidades e Institutos Federais, vamos continuar trabalhando pela melhoria da estrutura física de todas as unidades e na melhoria das condições de trabalho dos nossos servidores”, disse Julio.

Fonte: RDnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *