Bezerra faz nova reunião do MDB e veta apoio de Emanuel a Júlio Em convenção nesta semana, partido decidiu caminhar ao lado de Otaviano Pivetta na eleição ao Senado

O deputado federal Carlos Bezerra fechou questão com relação aos apoios ao senado e não haverá liberação individual de prefeitos para apoio a outras candidaturas

O diretório estadual do MDB, em nova reunião realizada na manhã desta quinta-feira (12), decidiu não liberar nenhum prefeito da sigla que tenha a intenção de apoiar outros nomes ao Senado que não o de Otaviano Pivetta (PDT)

A decisão foi anunciada pelo presidente do partido no Estado, deputado federal Carlos Bezerra.

“O deputado federal Carlos Bezerra fechou questão com relação aos apoios ao Senado e não haverá liberação individual de prefeitos para apoio a outras candidaturas. Acabaram de fechar questão nisso. Sem concessões”, informou assessoria de um dos membros do diretório.

Na prática, o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) não poderá caminhar ao lado de Júlio Campos (DEM), tal como era sua pretensão.

Desde que foi determinada a realização de eleição suplementar em Mato Grosso, Emanuel defendeu a candidatura de Júlio, por ser um nome que, segundo ele, representa a Baixada Cuiabana.

O MDB, por sua vez, em convenção realizada na última terça (10), cravou apoio da sigla à candidatura de Pivetta. Na ocasião, Bezerra chegou a afirmar que aqueles que não seguissem o encaminhamento do partido poderiam sofrer algum tipo de sanção.

Assim como Emanuel, outros nomes do MDB também pediram ao partido um aval para seguir com outros candidatos.

O deputado federal Juarez Costa, por exemplo, tem maior proximidade com Carlos Fávaro (PSD), que oficializa sua candidatura ainda nesta quinta.

fonte; midianews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *