Barbudo é o que menos emprega da bancada; Wellington, campeão

Com 15 assessores, Nelson Barbudo é o que menos emprega no serviço público em Brasília entre os 11 integrantes da bancada federal mato-grossense, composta de 8 federais e 3 senadores.

Cada deputado, que recebe R$ 33,7 mil de salário e tem direito a R$ 111 mil de verba de gabinete, pode contratar até 25, com subsídios que variam de R$ 1 mil a R$ 15,6 mil.

Dos federais, três usam a cota máxima, com 25 lotados em seus gabinetes: emedebistas Carlos Bezerra e Juarez Costa e ainda o petebista Emanuelzinho. Neri Geller tem 21, seguido de Rosa Neide e José Medeiros (ambos com 22) e de Leonardo Albuquerque (24).

No Senado, Carlos Fávaro, que assumiu há três meses, conta com 19 assessores, quadro muito aquém da equipe de Wellington Fagundes, que emprega 47; e de Jayme Campos, com 39.

Fonte: RDnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *