“Agente Mariano” uma promessa política em Rondonópolis, filia-se ao DC

Na noite da última terça-feira, 18 de fevereiro, o Policial Penal Mariano conhecido popularmente como “Agente Mariano”, filiou-se ao DC (democracia cristã), partido de direita que preza pelo conservadorismo, pela família e pelos princípios cristãos e, nessa linha conta com a liderança de Cláudio Ferreira paisagista

Agente Mariano, 36 anos é Rondonopolitano, criado na região da grande Vila Operária, ingressou no cargo de  Agente Penitenciário do Estado de Mato Grosso no ano de 2011 e, desde então, vem desempenhando um trabalho pautado sempre pela dignidade e legalidade, atributos vitais no exercício de tal função.

Nos últimos anos Mariano tem se destacado entre os companheiros de trabalho e devido ao seu senso crítico, também tem tido notoriedade perante a  população de Rondonópolis por sempre estar, de forma ativa, cobrando melhorias e respostas do poder executivo e legislativo.

O Policial Penal que nunca participou de nenhum processo político, acredita que a política só vai funcionar para a população geral, formada por pessoas comuns e trabalhadoras, quando pessoas oriundas dessa classe vierem a fazer parte da política, tendo nela um representante legitimo. Assim sendo e justamente por isso, Mariano escolheu o DC, partido totalmente fora do sistema político tradicional e totalmente sustentável, que concilia a sociedade em torno dos nossos valores  fundamentais, dentre eles,  a liberdade, a legalidade e a moralidade cristã, que defendem o rompimento imediato e total com a velha política e suas práticas nefastas, as quais submetem a sociedade aos interesses escusos e particulares daqueles que deviam primar pelo bem comum de cada cidadão rondonopolitano e de toda a sociedade em si.

Com o apoio de grande parte dos trabalhadores do sistema penitenciário local, hoje é considerado a grande promessa política para o legislativo local  e tem como objetivo cooperar na mudança dos trilhos sobre os quais a cidade de Rondonópolis precisa percorrer, afim de estabelecer de fato, o bem comum às pessoas que aqui vivem, buscam se estabelecer, obter seu sustento e prosperar.

fonte: Marreta Urgente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *