2 do PDT brigam por uma cadeira

diogo botelho 400

 

Com 29 candidatos a vereador pela Capital, o PDT, que lançou o maestro Fabrício Carvalho de vice-prefeito da chapa encabeçada por Gisela Simona (Pros), terá dificuldades para garantir uma cadeira no Legislativo. No máximo, elege um vereador, em meio a uma chapa proporcional considerada fraca do ponto de vista da densidade eleitoral. Dos concorrentes, só há dois nomes competitivos, o do já vereador Lilo Pinheiro e do advogado Diogo Peixoto Pinheiro (foto). Lilo ficou oito anos no PRP e aderiu à legenda pedetista no ano passado. É primo do prefeito Emanuel Pinheiro, de quem foi líder na Câmara Municipal, mas depois se tornou opositor ao emedebista. Diogo é primo do presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho, que se tornou seu principal cabo eleitoral.

Fonte: RDnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *