10 receitas que celebram a culinária afro-brasileira

A culinária brasileira é uma mistura de influências de diversas regiões do mundo somadas aos temperos e ingredientes usados pelos indígenas. Contudo, existe uma cultura que possui uma influência especial na cozinha do Brasil, principalmente na nordestina. Muitos elementos da gastronomia africana foram incorporados aos pratos consumidos todos os dias nas casas tupiniquins, criando uma culinária afro-brasileira que se tornou muito tradicional no país.

Trazidos pelos escravos pretos, os ingredientes, temperos e técnicas foram apropriados pelos brasileiros, que os transformaram em comidas deliciosas e muito apreciadas, inclusive por turistas. Azeite de dendê, vatapá, acarajé e, claro, a feijoada, além de muitos outros pratos típicos são frutos dessa profícua fusão cultural.

Confira dez receitas que celebram a culinária afro-brasileira. (Para conferir o modo de preparo completo, basta clicar no título ou na foto)

1. Feijoada completa

Sirva a feijoada completa com arroz, vinagrete e farofa. Para completar a refeição, laranja de sobremesa (Foto: 99Food / Divulgação)
Sirva a feijoada completa com arroz, vinagrete e farofa. Para completar a refeição, laranja de sobremesa (Foto: 99Food / Divulgação)

Esta versão completa do prato leva carne de charque, pé de porco, paio, calabresa e bacon.

2. Rabada com agrião e canjiquinha

Rabada com agrião e canjiquinha  (Foto: (Foto: Daniela Toviansky/ Editora Globo))
Rabada com agrião e canjiquinha pelo chef Alex Atala (Foto: (Foto: Daniela Toviansky/ Editora Globo))

Assinada peloo chef Alex Atala, a receita de rabada com agrião e canjiquinha rende quatro porções e fica pronta em cerca de 12h.

3. Mungunzá

Sirva o mungunzá com lascas de coco torrado (Foto: Divulgação)
Sirva o mungunzá com lascas de coco torrado (Foto: Divulgação)

A tradicional sobremesa nordestina é feita à base de canjica branca.

4. Caruru

Caruru (Foto: Rogério Voltan/Editora Globo)
Caruru é um prato que mistura as culturas africanas e indígenas (Foto: Rogério Voltan / Editora Globo)

O caruru é uma mistura que combina influências africanas e indígenas em um prato que leva quiabo, azeite de dendê e camarões.

5. Vatapá de inhame

Vatapá de inhame (Foto: Divulgação)
Vatapá de inhame é um prato rico em vitaminas (Foto: Divulgação)

O vatapá é um creme ou purê geralmente servido com acarajé. Nas tradicionais receitas baianas, ele é feito com inhame, alimento rico em proteínas, carboidratos e vitaminas.

6. Bobó de camarão

Bobó de camarão (Foto: Iara Venanzi / Divulgação)
Bobó de camarão é um prato muito apreciado e característico da Bahia (Foto: Iara Venanzi / Divulgação)

A receita tipicamente baiana de Tuca Lobo Vianna recebe mandioca, cebola, azeite de dendê e leite de coco.

7. Acarajé com vatapá, caruru, vinagrete e camarão

Acarajé com vatapá, caruru, vinagrete e camarão serve até 6 pessoas (Foto: Divulgação)
Acarajé com vatapá, caruru, vinagrete e camarão serve até seis pessoas (Foto: Divulgação)

Ideal para ocasiões especiais, o acarajé com vatapá, caruru, vinagrete e camarão é uma versão sofisticada do prato clássico da culinária baiana.

8. Acarajé com vatapá

Acarajé com vatapá (Foto:  )
Acarajé com vatapá é um clássico da culinária nordestina (Foto: Divulgação)

A receita tradicional do típico prato nordestino que vai azeite de dendê, feijão fradinho, camarões e muitos outros ingredientes.

9. Feijoada light

Feijoada Light  (Foto: Divulgação)
Feijoada Light é ideal para quem quer comer o prato sem sair da dieta (Foto: Divulgação)

Feita apenas com lombo e carne seca, a receita é leve e saborosa e pode ser incluída na dieta.

10. Ravióli de vatapá com pupunha e leite de coco

Ravióli de vatapá com pupunha e leite de coco (Foto: Rogério Voltan / Editora Globo)
Ravióli de vatapá com pupunha e leite de coco mistura diversas gastronomias (Foto: Rogério Voltan / Editora Globo)

Misturar influências de diferentes culinárias para criar um prato delicioso é típico da cultura brasileira e essa receita é prova disso!

– GLOBO CASA E JARDIM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *